Moo Portal Portal de novidades e actualidades
Quinta, 21 de Setembro de 2017

Provérbios > casa

Provérbios de casa

  • A roupa suja lava-se em casa.
  • Bolsa despejada, casa amargurada.
  • Casa de Duque nunca pediu.
  • Casa de fato, ninho de rato.
  • Casa de pais, escola de filhos.
  • Casa de pobre, tacho de cobre.
  • Casa de pombo, casa de tombo.
  • Casa que não é ralhada, não é bem governada.
  • Depois de casa roubada trancas à porta.
  • Em casa de ferreiro, espeto de pau.
  • Em casa de Gonçalo, pode mais a galinha que o galo.
  • Em casa em que não há pão todos ralham e ninguém tem razão.
  • Em Maio, nem à porta de casa saio.
  • Fui a casa da minha vizinha, envergonhei-me; vim para a minha e governei-me.
  • Na casa cheia, depressa se faz a ceia.
  • Na casa deste home quem não trabalha não come.
  • Na casa onde há dinheiro deve haver um só caixeiro.
  • Natal na praça e Páscoa em casa.
  • Noite aqui, noite em casa.
  • O bom filho à casa torna.
  • Queimada a casa, acudir com água.
  • Quem casa filha, depenado fica.
  • Quem casa, quer casa.
  • Quem não governa a lenha, não governa a casa que tenha.
  • Quem tem medo fica em casa.
  • Tudo em Novembro guardado; em casa ou arrecadado.