Moo Portal Portal de novidades e actualidades
Quarta, 28 de Junho de 2017

Provérbios > burro

Provérbios de burro

  • Albarda-se o burro à vontade do dono.
  • Às vezes não se respeita o burro, mas a argola a que ele está amarrado.
  • Burro com fome, cardos come.
  • Burro que geme, carga não teme.
  • Burro velho não toma andadura; e se a toma, pouco dura.
  • Burro velho, mais vale matá-lo que ensiná-lo.
  • Burro velho, não aprende línguas.
  • Criado que faz o seu dever, orelhas de burro deve ter.
  • Depois do burro morto, cevada ao rabo.
  • Filho de burro não pode ser cavalo.
  • Mais vale burro vivo do que sábio morto.
  • Não é por grandes orelhas que o burro vai à feira.
  • Quando o burro é jeitoso, qualquer albarda lhe fica bem.
  • Quando um burro zurra, os outros abaixam as orelhas.
  • Queira ou não queira, o burro há-de ir à feira.
  • Quem come carne na vespera de Natal, ou é burro ou animal.
  • Todo o burro come palha, é preciso é saber dar-lha.
  • Um burro carregado de livros é um doutor.
  • Um olho no burro, outro no cigano.
  • Zurros de burro não chegam aos céus.